"CONVITE PARA APRESENTAÇÃO DE LIVRO INFANTOJUVENIL

As bibliotecas escolares do AE Afonso de Paiva, em parceria com o grupo Leya, convidam a estarem presentes no próximo dia 11 de dezembro, a partir das 9.30h e até às 12.30h, no auditório do AE Afonso de Paiva, para a sessão de apresentação do novo livro de Sandro William Junqueira e Riichard Câmara: "As palavras que fugiram do dicionário". A sessão faz parte do programa nacional alargado de sessões de apresentação deste novo livro editado em novembro e conta com a presença dos autores, neste caso do escritor e da representante do grupo editorial.
 
Contamos com a vossa presença!
A professora bibliotecária, Carla Nunes"

Magusto na E.B1 da Mina

Na Escola Básica da Mina, nodia 16 de novembro, no período da tarde, procedeu-se à realização do tradicional magusto. Com caruma fez-se a fogueira, onde se colocaram as castanhas a assar. A mesma foi rodeada por um círculo constituído por todos os alunos e adultos da escola. Aqueles assistiram entusiasticamente ao assar das castanhas.

Depois de se comerem as castanhas, os alunos enfarruscaram-se uns aos outros. O magusto foi muito divertido!

Concurso Nacional de Leitura | 13.ª edição – Fase Escolar 2019

Afonso de Paiva com participação no 1º, 2º e 3º ciclos

O objetivo central do Concurso Nacional de Leitura (CNL) é estimular o gosto e os hábitos de leitura e melhorar a compreensão leitora. A iniciativa tem como destinatários alunos dos 1.º,2.º, 3.º ciclos do ensino básico e alunos do ensino secundário, cabendo ao Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL2027) a iniciativa e o desenvolvimento do CNL, ao longo de quatro fases consecutivas:

A fase escolar engloba as provas nas escolas/ agrupamentos, em trabalho colaborativo e articulado entre docentes do 1º ciclo e de português dos 2º e 3º ciclos e bibliotecas escolares. No agrupamento Afonso de Paiva, a prova escolar decorrerá no próximo dia 12 de dezembro. As obras selecionadas para esta primeira fase são:

1º ciclo – “A caixa de saudades” de Rosário Alçada Araújo

2º ciclo – “O dragão” de Luísa Ducla Soares e “Ali Babá e os quarenta ladrões” com adaptação de António Pescada, 5º e 6º ano respetivamente

3º ciclo – “Dentes de Rato” de Agustina Bessa-Luís, “Mar me quer” de Mia Couto e “O velho que lia romances de amor” de Luís Sepúlveda

Desta fase são apurados 2 finalistas por ciclo que irão representar o agrupamento na fase municipal, a decorrer entre 11 de janeiro e 25 de fevereiro de 2019, na biblioteca municipal de Castelo Branco.

 A professora bibliotecária, Carla Nunes

 

“Bullying: Uma história de hoje”

No passado dia 20 de novembro alguns alunos das turmas 6.º 2, 7.º 1, 7.º 2, 8.º 4 e 9.º 6 assistiram, no IPDJ de Castelo Branco, à peça de teatro: Bullying: Uma história de hoje, de David Carronha, apresentada de forma extraordinária pela CONTRAPALCO Produções.

Ficámos a conhecer a história de Pedro, como a de tantos jovens espalhados pelo país e pelo mundo. Pedro escondia-se para não ser maltratado, baixava a cabeça para não ser notado, não falava para não ser humilhado. Razões para isso? Nenhumas.

A humilhação gratuita surgia no seio de um grupo bullies que se queria evidenciar perante os outros. Rodrigo, o líder do grupo desta história, um adolescente sem arrependimentos, sem moral, que vivia para mostrar uma força que não tinha, acabou por revelar que a violência era um refúgio para algo que afinal queria esconder.

A história teve um desfecho imprevisível para Pedro e para Rodrigo, mudando certamente a vida de ambos.

Com esta peça verificámos como o grupo de “amigos” nos pode influenciar e fazer enveredar pelo caminho errado, infringindo uma série de regras que interferem nos direitos dos outros. Percebemos que devemos estar atentos aos que nos rodeiam, observando todos os sinais de alerta.  Dar um pouco do nosso tempo, poderá fazer toda a diferença, podemos salvar uma vida!

Ser vítima de bullying não justifica a passagem a agressor e, se conhecermos casos de bullying, não devemos ter medo de os denunciar, caso contrário, também nos tornamos culpados. Podemos e devemos contribuir para a mudança; quem sabe (re)encontrar o caminho certo!

No final da atuação, algumas caras lavadas em lágrimas garantiram o sucesso da peça e a relevância deste tipo de atividades.

 

Dados adicionais