Vídeo | Semana da Leitura 2018

[Clique na imagem]

Mas o que foi o 25 de Abril?

Foi o que quisemos contar na biblioteca escolar Afonso de Paiva aos alunos da turma 3 do 6.º ano, inserido na disciplina de Oferta Complementar com a diretora de turma, contando com a presença de meninos especiais do 1.º, 2.º e 3.º ciclos, em vésperas de tão importante efeméride. A partir da “História de uma flor” de Matilde Rosa Araújo, adaptada em Símbolos Pictográficos para a Comunicação (SPC) e narrada em Língua Gestual Portuguesa (LGP) pela equipa Escola de Referência de Educação Bilingue de Alunos Surdos (EREBAS), do departamento de educação especial do agrupamento, lida ainda em voz alta pela professora bibliotecária, exploraram-se os valores de Abril, seguindo-se um infominuto explicativo, em registo vídeo, como forma de sistematização de conteúdos e ainda o visionamento de um programa de rádio, datado de 24 de abril de 1974, onde pudemos ver e ouvir o locutor da rádio Renascença responsável por uma das senhas que despoletou esta revolução. No final, houve ainda lugar a um jogo da glória interativo (em linha) sobre o tema, ao que se seguiu uma atenta observação e análise das duas exposições patentes no 1.º andar da escola-sede, alusivas à temática: “Mãos de Abril”, realizada pelos alunos do 6.º 3 e da unidade EREBAS e uma exposição fotográfica realizada com imagens do livro “Um fotógrafo em Abril” do fotojornalista Sebastião Salgado, ambas organizadas pelas bibliotecas escolares e equipa EREBAS.

Esta foi mais uma atividade de mediação leitora realizada no âmbito do projeto “Saber Ler+: Práticas Inclusivas de Leitura”, um projeto desenvolvido de forma articulada e colaborativa entre as bibliotecas escolares e o departamento de educação especial do agrupamento Afonso de Paiva, que conta já com 4 anos, tendo como principal objetivo a criação de bibliotecas inclusivas, capazes de proporcionar oportunidades de leitura para todos, com a inovação de práticas de trabalho, assim como o enriquecimento dos currículos, o que contribuirá, acreditamos, para o desenvolvimento das competências de leitura e do relacionamento e interação social dos alunos. No final, todos souberam responder à questão: “25 de Abril, mas afinal o que foi que aconteceu nessa data?” Aqui ficam as respostas.

“Em 1974 nós ainda não éramos nascidos nem a grande parte dos adultos mais novos. Mas o 25 de Abril foi uma das datas mais importante para nós, porque nos permitiu ter Liberdade. A certa altura, os militares criaram o MFA (Movimento das Forças Armadas) e no dia 24 de abril de 1974 tentam derrubar o Governo.Às 5 para as 11 da noite, passa na rádio a canção “E Depois do Adeus”, de Paulo de Carvalho, a primeira senha para o início das operações do MFA e à meia-noite e vinte é passada na rádio a segunda senha “Grândola Vila Morena”, de Zeca Afonso.Uma coluna militar de tanques, comandada pelo Capitão Salgueiro Maia, saía da Escola Prática de Cavalaria, de Santarém, em direção a Lisboa, onde tomaria posição junto aos ministérios no Terreiro do Paço, cercando depois o Quartel do Carmo onde se tinha refugiado o então chefe do Governo, Marcelo Caetano. Durante o dia, os populares juntaram-se aos militares e, conta-se que, a certa altura, uma vendedora de flores começou a distribuir cravos e os soldados e a população enfiavam-nos nos canos das espingardas e os populares colocavam-nos ao peito. Por isso se chama ao 25 de Abril a Revolução dos Cravos.”

 

A professora bibliotecária, Carla Nunes

-----

Mais fotografias em (publicação de 03/05/2018): Facebook Afonso de Paiva

Semana da Leitura 2018 | À conversa com Carlos Alberto Silva

Chegámos ao último dia da Semana da Leitura do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva com um convidado também ele especial, encerrando de forma esplendorosa estes momentos vividos ao som das leituras e na companhia dos livros e dos leitores. As bibliotecas escolares Afonso de Paiva convidaram o amigo, professor, escritor e contador de histórias Carlos Alberto Silva, professor bibliotecário no Agrupamento de Escolas de Porto de Mós.

Durante a manhã, nos espaços da biblioteca S. Tiago e do auditório Afonso de Paiva, os cerca de 180 alunos do 1.º ciclo das escolas básicas de Castelo, Mina, Salgueiro do Campo e turmas de 1.º e 2.º anos da EB S. Tiago, assim como os alunos das Unidade de Ensino Estruturado (UEE) da Afonso de Paiva e de S. Tiago e os alunos do Clube de Leitur@s, assistiam à atividade "contos sobre rodas", um projeto de divulgação do «kamishibai», uma técnica japonesa de contar histórias. Este espetáculo de narração de contos japoneses e portugueses, com cerca de uma hora de duração, fez delícias de miúdos e graúdos! O «kamishibai» é hoje reconhecido como um valioso recurso pedagógico, permitindo desenvolver competências várias nos domínios da escrita, da expressão plástica / gráfica e da oralidade.

Relembramos aqui que, ao longo desta semana da leitura, houve ainda lugar a muitas outras atividades nos diferentes espaços e unidades do agrupamento, constantes do Programa. A saber: exposições bibliográficas, instalações temáticas e feiras do livro (usado e de autor) nas bibliotecas escolares, leituras cinematográficas (projeção de livros em filmes), projeções de contos e histórias, bibliofilmes e ainda a apresentação oficial do Mapa de Escritores Albiscastrenses, o mais recente trabalho realizado pela professora bibliotecária Carla Nunes, com recurso à página escritores.online e à aplicação Google Maps.

A equipa das bibliotecas escolares agradece a TODOS por mais uma magnificente, brilhante, admirável, notável, singular, grandiosa e deliciosa SEMANA DA LEITURA! Foi bom, mesmo MUITO BOM!

Escrevendo ou lendo nos unimos para além do tempo e do espaço, e os limitados braços se põem a abraçar o mundo; a riqueza de outros nos enriquece a nós. Leia. (Agostinho Silva)

 

A professora bibliotecária, Carla Nunes

-----

Mais fotografias em (publicação de 02/05/2018): Facebook Afonso de Paiva

Um dia de aulas bem diferente

No dia 13 de abril último, as turmas do 6.º 2 e do 6.º 3 da Escola Afonso de Paiva fizeram uma visita de estudo a Lisboa.

Os alunos, acompanhados por três professoras, partiram de autocarro de Castelo Branco às 7:00 e chegaram a Lisboa, ao Hard Rock Café, perto das 10:30, onde tiveram uma aula interativa em inglês, sobre a história da música rock. Após a aula, o grupo fez uma visita guiada pela exposição de adereços musicais oferecidos por vários músicos nacionais e estrangeiros. De salientar que os artigos expostos mudam de cinco em cinco anos entre os restaurantes desta cadeia. A visita ao Hard Rock acabou com um almoço tipicamente americano e com a distribuição de diplomas e lembranças a todos os alunos e professores.

Em seguida, encaminharam-se para o Museu do Dinheiro, descendo pela Avenida da Liberdade e atravessando a Praça do Rossio. No Museu, os alunos tocaram numa barra de ouro, visitaram a exposição, aprenderam mais sobre a história do dinheiro, cunharam moedas virtuais com a sua própria cara e ainda visitaram a muralha de D. Dinis.

Finalmente, o grupo seguiu em direção ao Miradouro da Rua Augusta, de onde se tem uma vista privilegiada da baixa pombalina, reconstruída após o terramoto de 1755, do rio Tejo, da Ponte 25 de Abril e do Cristo Rei.

Alunos e professores regressaram então a Castelo Branco, onde chegaram por volta das 21h00.

-----

Mais fotografias em (publicação de 01/05/2018): Facebook Afonso de Paiva

Semana da Leitura 2018 | Há conversa com livros | Saber Ler+

O dia 22 de março foi dedicado aos leitores e à sua capacidade de descobrir, ler, conhecer, aprender e viver outras vidas através dos livros. As professoras de Português do 3.º ciclo, em colaboração com a professora bibliotecária, apresentaram, na sua 4.ª edição, a tertúlia literária "Há conversa com livros", decorrida na biblioteca escolar Afonso de Paiva, com alunos das dezassete turmas de 3.º ciclo do agrupamento Afonso de Paiva. Esta atividade contempla não só o domínio da educação literária como estabelece uma relação direta com o domínio da oralidade, no âmbito das metas curriculares de Português, procurando assim incentivar e motivar os alunos para a prática da oralidade, de modo a promover a língua portuguesa pelo desenvolvimento da competência comunicativa ao nível da compreensão e expressão oral.

De tarde e na biblioteca escolar S. Tiago, a educadora Luz Lopes, da equipa das bibliotecas escolares Afonso de Paiva, apresentou mais uma sessão de animação da leitura, no âmbito do projeto Saber Ler+: Práticas Inclusivas de Leitura, a partir da obra de Shel Silverstein "A árvore generosa", destinada aos alunos, professores e técnicos das diferentes equipas do departamento de educação especial: UEE, EREBAS e SNIPI, contemplando ainda os alunos do Clube de Leitur@s. 

Para terminar mais um magnífico dia, decorreu, na EB Mina, uma sessão de apresentação, pelos alunos da turma 1 da EB Mina da professora Filipa Nunes e pelos alunos da turma 1 da EB Castelo da professora Teresa Lourenço, de uma história adaptada a partir da obra de Anna Llenas "O monstro das cores", dirigida aos pais e encarregados de educação de ambas as turmas. Este foi mais um trabalho colaborativo, articulado entre a biblioteca escolar, o professor de música Carlos Vicente e as professoras do 1.º ciclo, em que, através deste livro, não só as emoções foram explicadas às crianças através das cores (já que a personagem principal é um monstro que muda de cor consoante o que está a sentir e, como ele não percebe porque muda de cor, uma menina que se torna sua amiga vai explicar-lhe o que significa estar triste, estar alegre, ter medo, estar calmo e sentir raiva), como ainda houve lugar a todo um processo criativo e de trabalho curricular, pelo reconto, ilustração, gravações áudio (podcast) e vídeo, criando assim um audioconto e um videoconto em publicação digital.

Foi uma surpresa maravilhosa para todos os pais e familiares presentes, que registaram com amor e alegria, usando um cubo das emoções, este momento preparado com muita emoção e carinho pelos alunos e seus professores!

 

A professora bibliotecária, Carla Nunes

-----

Mais fotografias em (publicação de 01/05/2018): Facebook Afonso de Paiva

Dados adicionais