EB/JI do Castelo – “Nós e os Outros”

Chegados ao fim de outubro, damos notícias de mais algumas atividades desenvolvidas ao longo deste mês, no âmbito do Projeto “Nós e os Outros”.

No dia 2 antecipámos a comemoração do Dia Nacional dos Castelos e realizámos uma maquete de um castelo com materiais recicláveis.

A atividade seguinte realizou-se no dia 12. Esperavam-nos momentos não só divertidos, mas muito mexidos e do nosso inteiro agrado: “Aula de Dança”, pelos professores da Escola de Dança Art’Kompany.

A 19 vivemos momentos engraçados, alegres e de boa disposição com uma aula ligada às Expressões, desenvolvida por alunos da ETEPA:

                               • modelagem de balões                                             • pinturas faciais

                               • pintura livre                                                                  • jogos

A Associação Amato Lusitano continua a proporcionar-nos horas de diversão, descontração, mas ao mesmo tempo de aprendizagem e colaboração com todos estes parceiros que nos visitaram.

Ainda no dia 13, tivemos uma ação de sensibilização sobre Segurança, pelos Srs. Agentes da PSP – Escola Segura, que mais uma vez nos alertaram para os perigos e riscos que podemos correr e nos ensinaram como devemos proceder enquanto cidadãos responsáveis.

Um mês rico em experiências, novas formas de os alunos aprender e de se comportarem como elementos de uma Escola de Todos, onde, com alguns incentivos e dedicação, podemos transformar cada criança num fazedor de sonhos e de um mundo melhor.

-----

Mais fotografias em (publicação de 09/11/2017): Facebook Afonso de Paiva

Criaturas fantásticas do imaginário português invadiram a Afonso de Paiva

Este ano, as bibliotecas escolares do agrupamento de escolas Afonso de Paiva decidiram juntar aos vampiros, aos zombies e às bruxas, piratas e uns “monstrinhos” das lendas do Algarve a Trás-os-Montes: Aventesmas, Moiras Encantadas, Maruxinhos, Olharapos, Ganchas e Trasgos, relembrando as invenções de uma infância passada, mas ainda muito presente no imaginário popular coletivo. A falta de contacto com estas personagens e a necessidade de preservar as antigas histórias portuguesas de monstros, bruxas, anões, gigantes e almas penadas incentivaram o professor e escritor a não deixar que se percam estas memórias, criando esta novidade editorial: o Bestiário Tradicional Português. E como os mais novos podem já não conhecer o “bicho papão”, a “coca” ou o “homem do saco”, contam agora com a ajuda do Bestiário para “cristalizar estas criaturas”, como pretende o autor, Nuno Matos Valente, que recolheu cerca de 40 seres que povoam o território português, produzindo a mais completa pesquisa de criaturas míticas tradicionais portuguesas, ilustradas pela Natacha Costa Pereira.

Cerca de 250 alunos das turmas de 3.º, 4.º e 5.º ano das EB Afonso de Paiva, Mina e S. Tiago e seus professores tiveram assim oportunidade de ver e ouvir tudo o que o escritor nos contou no dia 30 de outubro, neste encontro de autor que encerra o mês internacional das bibliotecas escolares. Muitas foram as partilhas sobre este bestiário ilustrado, com informações detalhadas sobre os hábitos e características de cada criatura genuinamente portuguesa, com referências nas obras de Leite de Vasconcelos, Consiglieri Pedroso, Alexandre Herculano, Júlio Dinis, Teófilo Braga, entre outros, mas também fruto de contacto direto com pessoas que conhecem histórias e lendas, mostrando assim aos miúdos e graúdos que para quem quer brincar aos sustos, com monstros e criaturas do além, coisas que devem deter um lugar fundamental no crescimento da criança, há histórias e criaturas bem portuguesas e “que têm mais a ver com a nossa tradição”.

 

A professora bibliotecária, Carla Nunes

-----

Mais fotografias em (publicação de 08/11/2017): Facebook Afonso de Paiva

Espetadinhas de frutas!

No dia 16 de outubro o jardim de infância Quinta das Violetas deu início a um pequeno projeto sobre a alimentação.

Com todo o grupo reunido, deu-se início ao tema com a apresentação, em vídeo, de uma música que todos repetiram cantando em grupo. Prosseguimos a atividade com a leitura da história “A lagartinha Comilona”. As crianças ouviram com muita atenção, por vezes interagindo e falando sobre a atitude da lagartinha, que, como muitas vezes também nós fazemos, foi petiscando o que não devia, resultando daí uma grande dor de barriga! Depois, refletindo sobre o que lhe tinha acontecido e comendo mais legumes e fruta, cresceu saudável. Seguindo o percurso normal do seu crescimento, construiu o seu casulo e passado o tempo, transformou-se numa linda borboleta colorida!

No desenvolvimento do tema, para uma alimentação saudável, os grupos realizaram diversas atividades, incluindo conteúdos das várias áreas curriculares, destacando as áreas da linguagem, da matemática e da saúde. De forma lúdica, todos fizeram espetadas de frutas, construindo sequências de pedaços das frutas trazidas de casa com a participação das famílias.

Nesse dia todos se deliciaram com uma espetadinha de frutas, regada com um fiozinho de chocolate!

 

Carmo Fidalgo

 


-----

Mais fotografias em (publicação de 07/11/2017): Facebook Afonso de Paiva

Filme - Prémios de Mérito 2016-2017

[Clique na imagem]

AE Afonso de Paiva e Santa Casa da Misericórdia entregaram Prémios de Mérito Académico e Prémio de Mérito Social

No dia 25 de outubro, decorreu, no auditório do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, a cerimónia de entrega de Prémios de Mérito Académico, nas categorias de ouro e prata, aos alunos do 4.º ao 9.º ano que, no ano letivo 2016/2017, obtiveram as melhores classificações: prémio de ouro para os alunos classificados com nível 5 a todas as disciplinas, num total de 25 alunos, e prémio de prata para os que obtiveram um nível 4 e nível 5 nas restantes disciplinas, num total de 7 alunos. Pela primeira vez, foi também entregue o Prémio de Mérito Social instituído pela Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco e a que o AE Afonso de Paiva prontamente aderiu, tendo o mesmo sido dividido por duas alunas.

Após um momento musical abrilhantado por alunos do AE Afonso de Paiva que frequentam o Ensino Articulado de Música, tornado possível graças à colaboração do Conservatório Regional de Castelo Branco, a quem o Agrupamento agradece a disponibilidade, seguiram-se as intervenções dos membros da Mesa, que contou com o Presidente da Câmara Municipal, Luís Correia, o Presidente da Junta de Freguesia, Leopoldo Rodrigues, o Provedor da Santa Casa da Misericórdia, Coronel José Augusto Alves, a Presidente do Conselho Geral, Alice Nascimento, e o Diretor do Agrupamento, Rui Duarte. Os mesmos salientaram o valor do empenho dos alunos e de todos os intervenientes no processo educativo, numa conjugação de esforços que permitiu alcançar os resultados académicos de exceção premiados. Foi igualmente destacada a importância de esse reconhecimento ter sido alargado aos valores humanos evidenciados, independentemente das classificações académicas obtidas, através do Prémio de Mérito Social da Santa Casa da Misericórdia, dando-se, assim, o devido relevo aos valores morais evidenciados e fundamentais na formação pessoal e cívica dos alunos.

O Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva renova as suas felicitações a todos os alunos premiados e o seu agradecimento a todos os presentes e intervenientes nesta cerimónia de cariz simbólico mas de elevada importância para todos os agentes educativos e parceiros da instituição.

-----

Mais fotografias em (publicação de 06/11/2017): Facebook Afonso de Paiva

Dados adicionais