“PROJETO CRESCER NA CIDADANIA VIII”

Iniciaram-se no Núcleo Distrital de Castelo Branco as ações do “PROJETO CRESCER NA CIDADANIA VIII” com alunos do 1.º ciclo do Agrupamento de Escolas Afonso Paiva, durante a semana de 12 a 16 de novembro. Estiveram envolvidas 18 turmas, num total de 370 alunos, acompanhados pelas professoras titulares. Neste ano letivo de 2018\2019, a EAPN (Núcleo Distrital de Castelo Branco), dando continuidade ao trabalho da educação e reforçando os laços de trabalho em rede, está a trabalhar com a Unidade de Cuidados na Comunidade de Castelo Branco, tornando o projeto Crescer na Cidadania VIII, mais enriquecedor nos seus conteúdos de abordagem.

 O que se pretende com as ações no 1.º 2.º e 3.º ciclos e Ensino Secundário (10.º ano):

·Promover a participação equitativa para raparigas e rapazes no processo de decisão, promovendo a democracia paritária.

·Promover uma intervenção ativa de diversos atores para a concretização de uma plena igualdade.

· Compreender o impacto do problema da saúde mental nas atividades da vida diária do aluno, no seu processo de aprendizagem e nas relações com os outros.

Implementámos nos 1.º e 2.º anos a ação “A árvore dos Direitos das meninas e dos meninos - Igualdade de Género" com a leitura do livro: As ideias da Bia de Elizabeth Baguley e a entrega de cartões com as seguintes questões: “Gostavas de ser como a Bia do livro? Porquê?” e “Gostavas de ser como o Hugo e o Neno? Porquê?”.

Por fim, nos 3.º e 4.ºanos, subordinada ao título “Igualdade de Género”, dinamizou-se a atividade “A História de vida da Joana e do João”. Pretendeu–se analisar o modo como, a partir das características biológicas, se tendem a construir histórias de vida diferentes para rapazes e raparigas e explorar a noção de papéis sociais de género.

O dia do magusto em Sarzedas

Na tarde do dia 12 de novembro, os alunos da EB1 Sarzedas, após o almoço, recriaram no recreio da escola a apanha da azeitona. Identificaram os utensílios mais comuns na prática tradicional desta atividade e divertiram-se bastante. Reuniram-se em seguida aos alunos do JI de Sarzedas no espaço anexo à Junta de Freguesia da localidade onde se realizou o magusto. Como é habitual, a comunidade reuniu-se à volta da fogueira, comeram-se castanhas assadas e outras gulodices servidas à mesa. As crianças brincaram e enfarruscaram-se. Contou-se ainda com a presença da D. Otília Ascensão que mimou todas as crianças presentes com prendinhas doces.

O outono em Sarzedas presenteou o marmeleiro do recreio da EB1 com marmelos amarelinhos que foram colhidos pelos alunos e no dia seguinte foi um regalo comer a marmelada! Também no JI da localidade as crianças estiveram muito ativas na confecção da deliciosa iguaria feita de marmelo.

 

Visita de Estudo ao Museu da Seda

No dia 7 de novembro, os alunos das turmas do 6.º 3 e do 6.º 4, acompanhadas pelas professoras de História e Geografia de Portugal do 2.º ciclo, Ana Vaz e Otília Corga, realizaram uma Visita de Estudo ao Museu da Seda em Castelo Branco.

Este Museu, tutelado pela Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Castelo Branco, foi criado para dar a conhecer a História da produção da Seda em Portugal, o ciclo de vida do Bicho da Seda, as aplicações convencionais e a tecnologia de ponta - nomeadamente ao nível da Biologia e da Medicina - que se podem fazer a partir da utilização deste produto.

A APPACDM de Castelo Branco dispõe da maior produção nacional  Sericícola, tendo desenvolvido parcerias de extrema relevância com a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e com a Universidade de Pádua, em Itália.

O Museu é constituído por cinco salas. Na sala um, deram-se a conhecer informações sobre a seda, partindo-se do geral para o particular. A visita iniciou-se com a apresentação da Rota da Seda, a sericicultura em território Beirão, anterior à formação da nacionalidade, e terminou com uma análise cronológica da atividade sericícola na APPACDM.

Na sala dois – Sala dos Audiovisuais – os alunos assistiram à projeção de um pequeno filme sobre a produção da seda. 

As restantes salas denominam-se: Do Bicho ao Fio, Do Fio ao Tecido e do Tecido ao Produto Final. Nestes espaços, os discentes puderam compreender o processo de produção tradicional da seda, conhecer alguns instrumentos tradicionais utilizados, e apreciar alguns objetos de seda.

Na Sala Técnica, puderam realizar atividades com o objetivo de consolidar os conhecimentos e informações apresentadas ao longo da visita, numa experiência acompanhada e tutelada por pessoal especializado. 

 

Olimpíadas Portuguesas da Matemática

O Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva promoveu e organizou, novamente, no presente ano letivo, em associação com a iniciativa da Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM), as  XXXVII Olimpíadas Portuguesas de Matemática.

As Olimpíadas Portuguesas de Matemática são um concurso de problemas de Matemática, que visa incentivar e desenvolver o gosto pela Matemática, dirigido aos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e alunos do ensino secundário. Os problemas propostos neste concurso prendem-se sobretudo com o desenvolvimento do raciocínio, da criatividade e imaginação dos estudantes. Um dos objetivos do concurso é também a deteção precoce de vocações científicas, em particular, na área da Matemática.

A 1.ª eliminatória decorreu na tarde do dia 7 de novembro de 2018, tendo participado 5 alunos na Categoria Júnior (7.º anos), e 9 na Categoria A (8.º e 9.º anos). O melhor aluno de cada Escola, em cada categoria, e os alunos com classificações acima da média da pontuação de corte serão apurados para a 2.ª eliminatória, prevista para o dia 9 de janeiro de 2019. A Final Nacional decorrerá de 4 a 7 de abril de 2019 em Setúbal.

As Olimpíadas Portuguesas de Matemática são também o meio de seleção das equipas que irão representar Portugal na nona edição das Olimpíadas de Matemática da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), em Julho de 2019, nas 60.ªOlimpíadas Internacionais de Matemática (IMO), que decorrerão em julho de 2019, no Reino Unido, e nas XXXIV Olimpíadas Ibero-Americanas de Matemática, que terão lugar em setembro de 2019, no México.

Boa Sorte a todos os participantes! Esperamos obter resultados tão bons ou melhores que os obtidos em anos anteriores!

Concurso de Ditado 1º Ciclo

Dados adicionais