Exposição em Memória das Vítimas do Holocausto

[Clique na imagem]

Vídeo | Corta-Mato Distrital 2018

[Clique na imagem]

Desporto Escolar – Afonso de Paiva conquista lugar no Corta-Mato Nacional

No dia 5 de fevereiro, a Escola Básica Afonso de Paiva participou no Corta-Mato Distrital, realizado na zona de lazer de Castelo Branco, no âmbito do Desporto Escolar, no qual esteve representada com uma comitiva de 42 alunos e 3 professores.

Nesta prova de forte impacto regional, participaram os alunos do distrito que se haviam apurado no Corta-Mato Escolar, tendo agora disputado os títulos de campões distritais nos diversos escalões e, ainda, o apuramento para o campeonato nacional.

Salientamos a excelente organização e a mobilização de um elevado número de alunos para este grande evento desportivo que Castelo Branco voltou a acolher, organizado pelos professores de Educação Física, com a colaboração da Câmara Municipal e a Cruz Vermelha de Castelo Branco.

Felicitamos todos os alunos pela sua entrega nesta prova. Relativamente aos resultados da EB Afonso de Paiva, destacamos o 3.º lugar coletivo conquistado pela equipa de Infantis A Masculinos, composta pelos alunos Miguel Alves e Carlos Gregório, da turma 5.º 1; Guilherme Martins e Francisco Duarte, do 5.º 2; Rui Ribeiro, do 5.º 4, e Daniel Antunes, do 5.º 5. Destacou-se ainda o aluno Cristiano Torrado, aluno do 7.º 6, que ficou em 3.º lugar distrital no escalão Iniciados Masculinos, conquistando assim o apuramento para o campeonato nacional, que se realizará nos dias 23 e 24 de fevereiro, nas Açoteias – Albufeira, em simultâneo com os Campeonatos Nacionais Universitários e o Campeonato Nacional de Corta-Mato Curto Federado. Ao Cristiano Torrado desejamos boa sorte nessa grande competição de âmbito nacional.

-----

Mais fotografias em (publicação de 14/02/2018): Facebook Afonso de Paiva

 

EB/JI do Castelo – Projeto “Nós e os Outros”: Atividades de Janeiro

O ano começou bem e, logo no dia 5 de janeiro (antecipámos a data), comemorámos o “Dia de Reis”. As coroas, que elaborámos com muito empenho, não podiam faltar. Tivemos também a companhia das técnicas da Associação Amato Lusitano, que nos puseram a pensar sobre o que faríamos se fôssemos Rei ou Rainha por um dia. As ideias foram deslizando para o papel e, no final, o painel construído demonstrou que somos justos, altruístas e sensíveis aos problemas que nos rodeiam.

A 19 fomos visitados pelas técnicas do Núcleo Distrital de Apoio à Vítima (NAV), que nos propuseram jogar o “Jogo das Cidades”. A iniciativa tentou chamar-nos a atenção para certas características, ações e profissões que se associam às meninas e aos meninos e sensibilizar-nos para atitudes e comportamentos não discriminatórios, alertando-nos para a importância da promoção da Igualdade de Género. Nós seremos responsáveis por nos tornarmos adultos, cidadãs e cidadãos mais responsáveis e promotores de valores e dignidade igualitários para todos.

No final do mês, a 22, os professores Tiago e Micaela da Escola de Dança Art’Kompany, brindaram-nos com mais uma aula de dança. E foi ao som de várias músicas latinas que nos envolvemos e exprimimos através da dança. No fim, fomos nós os protagonistas e a prof.ª Micaela tentou acompanhar-nos na nossa versão do “Despacito”.

Mais um mês pleno, ao longo do qual não deixámos as tradições por mãos alheias e cantámos as “Janeiras” em várias instituições da cidade, juntando as nossas vozes às dos colegas da Escola da Mina.

-----

Mais fotografias em (publicação de 13/02/2018): Facebook Afonso de Paiva

Obras dos alunos do Castelo recebem apreciação do Mestre Cargaleiro

 

A proximidade com a arte, o desenvolvimento da sensibilidade estética dos alunos e a valorização do seu trabalho são, para professoras e educadoras da EB/ JI do Castelo, uma componente primordial da sua ação pedagógica. O contacto com a arte, seja produzindo-a, seja observando-a, favorece, junto dos alunos, o crescimento individual, um olhar sensível, profundo e crítico sobre o mundo, o respeito pelo outro, pela cultura e pelos valores que regem a nossa vida em sociedade, desenvolvendo, ainda, a capacidade de expressão através de múltiplas linguagens.

Como resultado dessa sensibilização, os espaços interiores da escola e jardim de infância do Castelo ganharam recentemente novas formas e cores com três painéis de azulejos inspirados na obra do mestre Cargaleiro, pintados pelos alunos após uma visita à Fundação Manuel Cargaleiro, em Castelo Branco, no 1.º período. Foi com alegria que os alunos viram os seus trabalhos reunidos, contribuindo para o embelezamento da sua escola, já de si muito colorida e repleta de trabalhos dos atuais alunos e dos que ali fizeram a sua escolaridade em anos anteriores. Mas o orgulho foi ainda maior quando viram recentemente o seu trabalho apreciado pelo próprio mestre Cargaleiro, que lhes deixou, por escrito, uma amável mensagem que se irá juntar às obras dos nossos pequenos artistas.

Bem haja, Mestre, por este gesto de simpatia e de incentivo. É uma honra ter o seu nome nestas paredes que queremos sempre cheias de vida.

-----

Mais fotografias em (publicação de 13/02/2018): Facebook Afonso de Paiva

 

Dados adicionais