Tremores virtuais

Otremor de terra virtual que se registou no passado dia 05 de Novembro, às 11 horas e 05 minutos, envolveu os alunos do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva num exercício de simulação, em caso de sismo, à escala nacional.

A convite do Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco da Autoridade Nacional de Proteção Civil, o Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva aderiu à dinamização da iniciativa “A Terra Treme”, um exercício de sensibilização para o risco sísmico com a duração de um minuto, anualmente organizado pela Autoridade Nacional de Proteção Civil que pretende alertar e sensibilizar a população sobre como agir antes, durante e depois de um sismo.

O exercício teve como objetivo recordar e praticar os três gestos básicos que podem salvar vidas enquanto ocorre um terramoto: BAIXAR (baixar-se sobre os joelhos, pois esta posição evita a perda de equilíbrio e eventuais quedas, mas permite o movimento); PROTEGER (proteger a cabeça e o pescoço com os braços e as mãos e procurar abrigar-se – colocar-se, se possível, sob uma mesa resistente, e segurar-se a esta firmemente); e AGUARDAR (aguardar até a terra parar de tremer).

Sem alterar rotinas, ao soar do alarme, os nossos alunos, instruídos pelos seus professores, foram exímios no cumprimento dos objetivos e, em menos de um minuto, todos tinham realizado os três gestos básicos, encontrando-se, devidamente protegidos, debaixo das suas mesas.

Dados adicionais