O Conservatório veio à Escola

A maioria dos alunos de 3.º e 4.º ano do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva foram agraciados com um momento musical muito especial, protagonizado pelos professores do grupo disciplinar de cordas friccionadas (violino, viola de arco, violoncelo) do Conservatório Regional de Castelo Branco, que se deslocaram às escolas Afonso de Paiva, do Castelo, da Mina e de São Tiago entre os dias 9 e 10 de janeiro.

Estes pequenos concertos pedagógicos de cordas, com caráter instrumental, inserem-se na iniciativa do Conservatório Regional de Castelo Branco de Itinerância Camerística nas escolas do Ensino Básico. A iniciativa pretende uma sensibilização junto da camada mais jovem para o reconhecimento da música enquanto arte e da sua importância na valorização e dinamização cultural. Assim, os professores apresentaram as obras musicais e os instrumentos, procurando contribuir para a formação artística destes jovens e o desenvolvimento do seu sentido estético.

Os nossos petizes tiveram a oportunidade de ouvir sons distintos e de dialogar com os intérpretes, aliando o deleite por uma vertente mais erudita da música a momentos de muita e divertida interação, como foi o caso da bem conhecida canção “Despacito” em versão instrumental e animada pelas vozes de alunos e alunas.

Deixamos o nosso agradecimento aos dinamizadores desta iniciativa, pelo contributo que prestaram no enriquecimento do ensino e, em particular, para a formação artística das nossas crianças.

-----

Mais fotografias em (publicação de 23/01/2018): Facebook Afonso de Paiva

 

Clube de Leitur@s Afonso de Paiva volta a desafiar o conhecimento

O Clube de Leitur@s da biblioteca escolar Afonso de Paiva participou pelo terceiro ano consecutivo na iniciativa Literacia 3D, que consiste num desafio nacional dirigido aos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico de todo o país, com o propósito de avaliarem as suas competências em dimensões do saber, designadamente: matemática, ciência, leitura e, este ano, inglês, com base em provas interativas, com a duração exata de 45 minutos, disponibilizadas através da plataforma online Escola Virtual.

Aos dois mil quinhentos e noventa e seis alunos do país que vão realizar as provas da segunda fase do desafio pelo conhecimento, de 26 de fevereiro a 2 de março, vão juntar-se mais 4 alunos do AE Afonso de Paiva: o Tiago Pereira (5.º 1), com 65% na prova de matemática; o Rodrigo Cardoso (6.º 4), com 84.2% em ciências; o Miguel Gama (7.º 1), com 79.5% na prova de leitura e a Beatriz Nogueira (8.º 4), com 62.5% em inglês.

Com esta iniciativa, a biblioteca escolar Afonso de Paiva pretende contribuir para o desenvolvimento educativo, pessoal e social dos alunos do clube, acreditando que este desafio pelo conhecimento os beneficia e ajuda ao elevar os níveis de conhecimento num contexto semelhante ao das avaliações internacionais, assim como na consolidação das aprendizagens.

 

A professora bibliotecária, Carla Nunes

O Geopark foi à escola de Sarzedas

“Mas afinal o que é o Geopark Naturtejo?” Foi esta pergunta que a Dra. Manuela Catana levou no dia 19 de janeiro de 2018 aos alunos da E.B.1 de Sarzedas. Foi com surpresa que as crianças descobriram que os 4600 Km2 do Geopark incluem vários concelhos e, logo, muitas localidades.

Sarzedas, que é uma aldeia do xisto, insere-se, tal como todo o concelho de Castelo Branco, nesse enorme espaço onde se pode ensinar e aprender muito sobre ambiente e geociências. As crianças deixaram-se fascinar pelo muito que lhes foi apresentado: artefactos que um geólogo leva consigo para trabalhar na natureza, rochas e minerais que puderam manusear e até ver fósseis! Aprenderam que o tempo em geologia é contado em milhões de anos. Tudo foi interessante. Mas o que não estavam à espera era de ouvir falar que na freguesia de Sarzedas já existiram minas de onde se extraía volfrâmio, antimónio e até ouro! A curiosidade instalou-se entre os alunos da turma, ávidos de conhecer que segredos escondem os terrenos da freguesia. Mas havia mais para ouvir, tal como a existência de uma fonte de águas milagreiras ou ainda que a argila local esteve ligada à indústria de cerâmica.

Foi uma manhã muito enriquecedora que animou a turma a querer descobrir mais em pormenor o que a sua freguesia tem. Deixamos aqui um testemunho de agradecimento ao Geopark Naturtejo e especialmente à amabilidade da Dra. Manuela Catana por ter aceitado partilhar os seus conhecimentos e aguçar o apetite dos alunos para novas aprendizagens.

-----

Mais fotografias em (publicação de 21/01/2018): Facebook Afonso de Paiva

Projeto Crescer na Cidadania, EAPN – Medida “Estratégia para a Educação e Cidadania"

Mais uma vez, e à semelhança do que tem acontecido em anos anteriores, o Agrupamento Afonso de Paiva irá ver dinamizado, na sua escola-sede, o Projeto Crescer em Cidadania. Este Projeto, dinamizado pelo Núcleo Distrital de Castelo Branco da EAPN Portugal / Rede Europeia Anti-Pobreza, decorrerá a partir do dia 22 de janeiro e terá lugar durante as aulas de Oferta Complementar.

Durante as sessões, a técnica Paula Montez propõe-se abordar os temas “Cidadania, Democracia e Participação – a nossa Constituição” nos 5.º, 6.º e 7.º anos de escolaridade e “Cidadania, Direitos Humanos – os meus direitos e deveres como cidadãos/ãs” nos 8.º e 9.º anos de escolaridade. As sessões terão como objetivos, entre outros, compreender a relação entre direitos e deveres/responsabilidades, enfatizar a importância da participação de cada um na criação e na proteção dos direitos, o reconhecimento individual como cidadãos de pleno direito e a reflexão sobre os efeitos de exercício de cidadania.

Dá-se assim continuidade a uma parceria já de longa data e com resultados francamente positivos, ao mesmo tempo que se concretiza o tema aglutinador do Projeto Educativo do Agrupamento, “Educação para a Cidadania”.

 

A Coordenação da Promoção e Educação para a Saúde

Vídeo | Atividades de dezembro 2017

[Clique na imagem]

Dados adicionais